“Espanhol, Franco está morto”. que ocorreu 20 de novembro de 1975. marcas hoje 40 anos após a morte do ditador e parece que a ferida continua aberta. Nem eles estão dispostos a esquecer ou perdoar. Algo que faz com que o país continue dividindo em dois. Carlos Arias Navarro, então primeiro-ministro, anunciou na televisão toda a morte do ditador espanhol. O que mudou desde então? Será que viver melhor?

Quarenta anos depois da morte de Franco encontrou, um designado para fazer um balanço dos quarenta anos da data ditadura: quarenta anos com Franco; quarenta anos sem ele. É hora de refletir. Qual é a tua opinião?